Quais documentos levar com você

Uma coisa que fiz que me ajudou muito quando estava fora, e que recomendo você fazer também, foi arrumar meus documentos em uma pastinha, dessas com sacos de plástico dentro. Cataloguei eles por assunto e etiquetei os saquinhos, para que tudo ficasse organizado e num local de fácil acesso. Segue abaixo uma lista do que coloquei nessa pasta:

  • Cópia de todos os documentos que levei para tirar o visto aqui no Brasil. Mesmo que você vá ficar apenas 6 meses, a renovação, pelo menos em Portugal, é necessária depois de 120 dias. Lá, depois desse tempo, você precisará levar ao SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteira) os mesmos documentos que foram solicitados aqui.
  • A passagem de volta já impressa.
  • Cartões Visa Travel Money reservas.
  • Nota fiscal dos eletrônicos que levava daqui. 
  • Receitas Médicas. Como falo aqui, algumas farmácias europeias pedem receita para compra de determinados tipos de remédios. Se tem algum que tem o hábito de usar que acha que pode precisar comprar lá, leve receita daqui.
  • Voucher do seguro de saúde. 
  • Documentos da sua faculdade brasileira. Apesar de nunca ter usado, achei válido levar cópia da declaração de matrícula e meu boletim oficial.
  • Documentos da sua faculdade de destino. Levei uma cópia do meu “Application Form” e da Carta de Aceite.
  • Fotos 3×4. Levei algumas e usei todas. Quando fui renovar o visto e fazendo algumas carteirinhas de associações estudantis. Dá pra achar lugares lá na Europa que tiram foto 3×4, porém não é muito barato e a foto é um pouco maior. Caso já tenha algumas de reserva em casa, não custa levar.
  • Além dos originais (que foram na carteira), levei xerox de documentos oficiais como: Passaporte, Identidade e CPF.

Além desses documentos, fiz também uma procuração de próprio punho, com assinatura reconhecida em cartório deixando plenos poderes ao meu pai e deixei com ele no Brasil. Isso para o caso dele precisar responder por mim enquanto eu estivesse fora em alguma situação, na faculdade ou no banco, por exemplo.

8 comentários

  1. Oi Luiza, minha segunda pergunta do dia, haha. Quanto aos documento para a renovação do visto, precisa de tudo que usamos aqui? Cópias autenticadas de documento, certidão de antecedentes criminais? Obrigada!

    1. Então, quase todos.. tem uma listinha nesse site do SEF aqui: https://sites.google.com/site/leximigratoria/artigo-71-o-prorrogacao-de-permanencia.

      Segue a lista:
      “documento de viagem; comprovativo dos meios de subsistência e alojamento; requerimento para consulta do registo criminal, quando a estada requerida seja superior a 90 dias e o requerente não seja menor de 16 anos; título para o transporte de regresso, excepto nos casos em que legalmente está dispensado e comprovativo do vínculo familiar invocado, quando a prorrogação seja para visita familiar.”

      Porém eles não precisam estar autenticados, basta uma xerox mesmo. E quanto ao comprovativo de alojamento, caso não esteja no da faculdade, é preciso pegar um documento na Junta da Freguesia do seu bairro quando for a época 😉

  2. Olá Luiza, parabéns pelo blog. Irei em março para Braga junto à minha esposa e meu filho de 6 anos. Eu e meu filho temos passaporte italiano e darei entrada na cidadania italiana da minha esposa no consulado italiano no Porto. Você saberia me dizer quais os documentos necessários, principalmente para minha esposa que não é cidadã europeia, para levarmos na mudança e alguns nossos também (meu e do meu filho)? Vamos levar transferência escolar do meu filho, PB4 de todos. Sabe se é necessário levarmos certidão de casamento averbada?
    Grato.

  3. Oi Luiza, boa tarde! estou tentando mudar para Portugal com visto de aposentado, talvez essa não seja sua praia, mas minha missão é levar meus filhos para estudarem lá, pergunto a você se para quem vai tentar entrar na Universidade lá é difícil e burocrático?

    1. Oi João! Tudo bom? Eu entrei na Universidade do Porto através de um programa de intercâmbio entre a UP e a UFRJ, onde te permitem fazer um semestre do seu curso em Portugal. É bem comum esse tipo de parceria nas faculdades brasileiras. É um pouco burocrático sim, mas nada difícil. Em 2013, quando tentei, tinha bastante vaga e não conheço ninguém que tenha tentado e não conseguido. Para quem quer cursar ela completa em Portugal, entretanto, não saberia te dizer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s